Segunda, 22 de julho de 2019
(75) 98834-6881 E-mail: [email protected]
Brasil

03/04/2019 às 19h21

Redacao

Teresina / PI

Empresário investigado por desvio em obra na Petrobrás de Salvador tem prisão decretada.
Segundo o MPF, por conta do superfaturamento as obras passaram de R$ 320 milhões para R$ 1,3 bilhão.
Empresário investigado por desvio em obra na Petrobrás de Salvador tem prisão decretada.

O empresário Mário Seabra Suarez, investigado por superfaturamento em obras na sede da Petrobras em Salvador, teve o mandado de prisão preventiva expedido novamente, na terça-feira (02). O mandado foi emitido pelo juiz Luiz Antônio Bonat, da 13ª Vara Federal de Curitiba e segue a decisão do ministro Felix Fischer, relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ).


Em dezembro do ano passado, a Lava Jato denunciou 42 pessoas por envolvimento em um esquema de propina na construção da sede da estatal na capital da Bahia. Entre os crimes citados na denúncia estão corrupção, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta, desvios de recursos de instituição (Petros) e organização criminosa.


Conforme o Ministério Público Federal (MPF), por conta do superfaturamento as obras passaram de R$ 320 milhões para R$ 1,3 bilhão.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium