Segunda, 22 de abril de 2019
(75) 98834-6881 E-mail: [email protected]
Política

16/04/2019 às 23h35 - atualizada em 16/04/2019 às 23h49

Redacao

Teresina / PI

Justiça expediu o alvará de soltura do ex-deputado Luiz Argôlo deixa prisão após 4 anos.
Em 16 de novembro de 2015, Argôlo foi condenado pela Justiça Federal do Paraná a 11 anos e 11 meses de reclusão em regime inicialmente fechado, além do pagamento de multas pelo envolvimento no esquema do Petrolão.
Justiça expediu o alvará de soltura do ex-deputado Luiz Argôlo deixa prisão após 4 anos.

Justiça expediu o alvará de soltura do ex-deputado Luiz Argôlo. O baiano estava preso há quatro anos em regime fechado. A informação foi confirmada pelo BNews. Ele cumpria pena no presídio da Mata Escura, em Salvador. Na semana passada, o TRF-4 determinou que ele poderá parcelar o valor de R$ 1,9 milhão relativo à multa penal e reparação do dano durante o período em que cumpriu pena. 


Em 16 de novembro de 2015, Argôlo foi condenado pela Justiça Federal do Paraná a 11 anos e 11 meses de reclusão em regime inicialmente fechado, além do pagamento de multas pelo envolvimento no esquema do Petrolão. Após começar a cumprir pena no Complexo Médico-Penal (CMP), na Região de Curitiba, ele conseguiu a transferência para Salvador após ter feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e conquistado uma vaga no curso de matemática da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).


Argôlo foi vereador de Entre Rios, onde nasceu, pelo extinto Partido da Frente Liberal (PFL), entre 2001 a 2004. Depois virou prefeito interino da cidade por dois meses de 2002. Em 2003, ele foi eleito deputado estadual pelo Partido Progressista Brasileiro (PPB), e foi reeleito em 2007. Já em 2011, foi eleito deputado federal. Em outubro de 2014, foi cassado pelo conselho de ética da Câmara dos Deputados por 13 votos a 4.

FONTE: BNews

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium