Terça, 19 de Outubro de 2021 03:47
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Projeção no Congresso Nacional marca celebrações do Dia Mundial da Alimentação no Brasil

Lia Bianchini/MST Campanha busca conscientização a respeito de uma produção mais eficiente e sustentável de alimentos Na próxima quarta-feira (13...

07/10/2021 18h25
12
Por: Redacao Fonte: Agência Câmara de Notícias
Campanha busca conscientização a respeito de uma produção mais eficiente e sustentável de alimentos - (Foto: Lia Bianchini/MST)
Campanha busca conscientização a respeito de uma produção mais eficiente e sustentável de alimentos - (Foto: Lia Bianchini/MST)

Na próxima quarta-feira (13), das 19 às 23 horas, o Congresso Nacional será iluminado com uma projeção em referência ao Dia Mundial da Alimentação (DMA), celebrado todos os anos no dia 16 de outubro e que tem como objetivo promover a consciência da necessidade de transformar os sistemas agroalimentares para que sejam mais eficientes, inclusivos e sustentáveis .

No Brasil, as ações do DMA são celebradas pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Programa Mundial de Alimentos (WFP), Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida) e Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). Em 2021, a ação conta com o apoio do deputado federal Rodrigo Agostinho (PSB-SP), que protocolou o pedido de projeção junto ao Congresso.

Este é o segundo ano em que as celebrações acontecem durante a pandemia de Covid-19, cujos impactos afetaram os sistemas agroalimentares. Com o tema “As nossas ações são o nosso futuro. Melhor produção, melhor nutrição, melhor ambiente e melhor qualidade de vida”, espera-se que a projeção chame a atenção para a urgência de transformar a maneira como consumimos e produzimos os alimentos.

“Precisamos agir e aumentar a consciência sobre como todos têm um papel importante para mudar a forma como produzimos, transformamos, consumimos e desperdiçamos os nossos alimentos”, explica Rafael Zavala, representante da FAO no Brasil.

“Uma agricultura próspera, inclusiva, sustentável, com baixas emissões e resiliente às mudanças climáticas é possível e mais do que isso, necessária”, completou Claus Reiner, representante do Fida no Brasil.

De acordo com as instituições, os governos, em colaboração com o setor privado e a sociedade civil, devem fortalecer e melhorar a quantidade e a qualidade dos dados e informações disponíveis sobre os sistemas alimentares.

“O Poder Legislativo é essencial nas discussões que envolvem segurança alimentar, agricultura sustentável e sistemas alimentares inclusivos. Precisamos chamar a atenção da sociedade e do poder público para o tema”, avalia o deputado Rodrigo Agostinho, que coordena a Frente Parlamentar Ambientalista.

Insegurança alimentar
Atualmente, a FAO estima que quase 50 milhões de brasileiros vivem em situação de insegurança alimentar grave ou moderada. Isso acontece enquanto boa parte dos alimentos é perdida – devido a condições inadequadas de colheita, manuseamento, armazenagem e transporte – ou desperdiçada no varejo e consumo.

“O combate às perdas e ao desperdício de alimentos tem efeito direto na segurança alimentar, pois ajuda a melhorar o desempenho econômico, a promover uma alimentação adequada e a preservar o meio ambiente”, diz Daniel Balaban, Representante do WFP no Brasil.

“Para melhorarmos os nossos sistemas agroalimentares, toda a cadeia de abastecimento precisa ser mais sustentável, resiliente e inclusiva para  trabalhadores, produtores e consumidores”, explica Gabriel Delgado, Representante do IICA no Brasil.

Campanha
Para uma campanha nas redes sociais, que acontece entre os dias 13 e 16 de outubro, diversos chefes de cozinha publicarão mensagens em vídeo convidando as pessoas para fazerem parte do movimento Herói da Alimentação e mostrarem como estão atuando para impulsionar a adoção de hábitos mais sustentáveis, com foco na segurança alimentar, na natureza e no planeta.

Quem quiser participar podem aderir à campanha usando as hashtags #DMA2021 e #HeróiDaAlimentação.

Ele1 - Criar site de notícias