Concurso Itaberaba

Prefeito de Itaberaba prorroga prazo de Comissão que investiga possíveis irregularidades em concurso público

Após publicação da prorrogação a devolução dos valores das inscrições fica incerta

19/02/2018 08h56
Por: Redacao
Fonte: Chapada em Alerta
Comissão prorroga finalização dos trabalhos e deixa incerta data para devolução das inscrições
Comissão prorroga finalização dos trabalhos e deixa incerta data para devolução das inscrições

A Prefeitura Municipal de Itaberaba publicou no Diário Oficial, na edição de 16 de fevereiro, a portaria nº 036 que prorroga o prazo para conclusão dos trabalhos da comissão do processo administrativo nº 002/2017. Segundo a públicação, a prorrogação foi pedida de acordo com o "teor do Ofício nº 011/2017, oriundo da Comissão de Processo Administrativo constituída pela Portaria nº 135/2017, alterada pela Portaria nº 156/2017, na qual foi justificada a impossibilidade da conclusão dos trabalhos no prazo aprioristicamente assinado “em razão da complexidade das atividades desenvolvidas, da necessidade da realização de diligências imprescindíveis à elucidação dos fatos, e da elevada quantidade de documentos a ser analisada”.

A abertura do processo administrativo contra a empresa que fez o concurso foi em decorrencia de possiveis irregularidades na realização do certame e  descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), cometidas pelo ex-prefeito João Filho. Dentre as irregularidades detectadas, uma delas, foi com relação à acusação do Ministério Público de outros municípios, da participação da empresa ORGAL – CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONTÁBIL E ADMINISTRATIVA LTDA em possíveis fraudes ocorridas em concursos públicos realizados em outras cidades do interior da Bahia.

O prefeito Ricardo Mascarenhas (PSB) chegou a anunciar a devolução das taxas de inscrição, no entanto com a prorrogação da finalização dos trabalhos da comissão administrativa, os concurseiros fiscam sem saber exatamente quando vai ocorrer e até mesmo sobre a realização de um novo certame.

Leia a Portaria nº 036 (clicando aqui)

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias