Quinta, 19 de Maio de 2022 22:44
Geral Itaberaba-Bahia

Participando do programa Primeiras Noticias, equipe da Ação Social explica funcionamento dos CRAS

Fala Social

28/04/2022 23h01 Atualizada há 3 semanas
169
Por: Redacao Fonte: Assessoria
Equipe da Ação Social na rádio Diamantina FM
Equipe da Ação Social na rádio Diamantina FM

Na manhã desta quinta-feira (28), estiveram no programa Primeiras Noticias, as coordenadoras dos CRAS: Gislaine Gomes, Daniela Souza e Nalva Nolacio para explicarem o funcionamento do órgão para a população e os serviços oferecidos.

As Coordenadoras, relataram que os CRAS é a porta de entrada da Assistência Social, que pauta nas políticas públicas, do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, é um local público, onde são realizados os serviços. “Sendo assim o CRAS é uma unidade de proteção social básica, que tem como um dos principais objetivos prevenir ocorrências de situações de vulnerabilidade e riscos sociais, bem como que estas situações podem ocorrer nas mais diversas classes sociais. Desta forma o CRAS, busca atender as famílias em situações de vulnerabilidade social, fortalecer a convivência com a família e a comunidade”. 

Além das coordenadoras, foram entrevistadas a Secretária de Ação Social Arlene Santana e Clecia da Silva que é coordenadora de Proteção Social Básica que falaram sobre os objetivos do CRAS e o trabalho com famílias, prevenindo a ocorrência de situações de risco social e fortalecimento a convivência familiar e comunitária. “Temos ainda o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF que potencializam a família como unidade de referência, fortalecem os vínculos internos e externos de solidariedade, por meio do desenvolvimento do convívio, socialização, autonomia e protagonismo das famílias, bem como pelo desenvolvimento de projetos coletivos e pela promoção do acesso a programas de transferência de renda, benefícios assistenciais e aos demais serviços sócios assistenciais e setoriais. O PAIF desenvolve ações preventivas, como: o acompanhamento familiar, visitas domiciliares, reuniões, campanhas, palestras e oficinas, sendo essas muitas vezes em parceria com demais setores”, disseram.

Arlene Santana frisou que vai ocupar os espaços nos programas de rádio para informar à população, o funcionamento de cada órgão para que todos tenham o conhecimento e busquem os seus direitos "vamos manter um diálogo constante com a comunidade para que estejam bem informados e na necessidade busquem o auxilio necessário" finalizou.

 

Ele1 - Criar site de notícias